Os 38 Florais de Bach - breve descrição

38 Florais podem parece demasiados remédios para conhecer e memorizar. Mas pense nas milhares de variáveis, nas possibilidades quase infinitas de misturas possíveis para conseguir tocar e transformar os estados emocionais de todos e cada um de nós. Dessa perspectiva, 38 florais são uma quantidade singela e manuseável de remédios, um boticário universal ao alcance de todos!

Mimulus (mímulo)


Aspen (álamo)


Red Chestnut (castanheiro vermelho)


Cherry Plum (cerejeira)



Rock Rose (heliântemo)


Honeysuckle (madressilva)



Clematis (vinha branca)



Chestbut Bud (rebento de castenheiro)



White Chestnut (castanheiro da Índia)


Wild Rose (roseira brava)



Mustard (mostardeira silvestre)



Olive (oliveira)


Heather (urze)



Impatiens (impaciência)



Water Violet (violeta d'água)


 

Hornbeam (bétula)



Gentian (genciana)



Gorse (tojo)



Scleranthus (escleranto)



Wild Oat (aveia silvestre)



Cerato (cerato)




Star of Bethlehem (estrela de Belém)


Willow (salgueiro chorão)



Elm (ulmeiro)



Pine (pinheiro)



Sweet Chestnut (castanheiro doce)


Larch (larício)



Oak (carvalho)




Crab Apple (macieira)



Vine (videira)



Vervain (verbena)




Beech (faia)


Chicory (chicória)



Rock Water (água de nascente)



Centaury (centáurea menor) 



Walnut (nogueira)




Holly (azevinho) 



Agrimony (agrimónia)




Mistura de Resgate

( heliântemo, cerejeira, impaciência, vinha branca e estrela de belém)





tímido | forte consciência de si em situações sociais; gaguez; medos conhecidos e identificados.

ansioso |  nervosismo, tensão, apreensão; medo de algo desconhecido e impossível de nomear.

alarmista | excesso de preocupação e temor pelo bem estar dos seus seres queridos; falta de confiança na vida.

descontrolado | perda de controlo; sentir-se no fio da navalha, no limite das suas emoções e temor de perder o controlo e fazer algo irracional.

aterrorizado | medo extremo, pânico e terror; pesadelos.

saudosista | nostalgia do tempo que passou; centrar-se no bom e/ou no mau do passado mais do que nas circunstâncias presentes. Viver mais no passado que no agora.

cabeça no ar | distraído, sonhador e idealista; passa o seu tempo fazendo e vivendo em castelos de nuvens ou planos futuros em vez de passar à ação, sabe o que quer mas não como chegar.

desatento | comete os mesmos erros repetidamente e não aprende com a experiência por não estar atento ou totalmente presente; dificuldades de aprendizagem.


disco riscado | repete mentalmente os seus pensamentos sem conseguir parar e gasta grande parte da sua energia neste processo obsessivo e desgastante; insónias.

desinteressado | apatia e desinteresse, bem como falta de vontade de investir energia nas circunstâncias da sua vida.

melancólico | depressão ligeira; quando uma "nuvem negra" se abate sobre a pessoa sem razão, deixando-a temporariamente deprimida e triste.

exausto | cansaço físico e mental intenso; exautão, convalescença.

tagarela | pessoa centrada em si mesma, com grande necessidade de comunicar. No entanto, fá-lo desatenta e unilateralmente, afugentando o seu interlocutor porque só ela fala! Solidão.

impaciente | pessoa de ritmo rápido, ágil e perspicaz que prefere trabalhar e agir sozinha para evitar a impaciência e a irritação que lhe provoca o ritmo menos rápido dos outros.

distante | nobre, correta e reservada, a pessoa vive "fechada na torre mais alta do seu castelo" mas custa-lhe por vezes a dificuldade de interagir, comunicar e empatizar com os outros. Solidão.

procrastinador | adia e sente dificuldade (cansa-se só de pensar!) em iniciar uma tarefa particular - contudo quando começa fá-la bem e sem dificuldade; cansaço mental; síndrome da 2ª feira!

desanimado |  pessimista, desiste e cruza os braços de desânimo à menor contrariedade. Foca a sua atenção nos problemas mais do que   em potenciar soluções.

desiludido | desistiu de lutar e não acredita que algo possa ser feito para o ajudar; depressão. Descrença total em qualquer solução ou esperança.

indeciso | hesita entre opções quando tem de fazer escolhas e consome a sua energia em indecisões e dúvidas.

insatisfeito | criativo, multifacetado e inteligente, no entanto encontra uma opção, um caminho seguir, onde não o vença a insatisfação e o aborrecimento; momentos tipo «cruzamento»

influenciável | não confia na sua opinião e acaba por pedir conselho a várias pessoas que o confundem e desviam do seu palpite inicial (normalmente o mais acertado), acabando por tomar decisões frustrantes e insatisfatórias.

traumatizado | quando um determinado choque ou trauma vivido altera o seu equilíbrio emocional, físico ou mental e se manifesta ou influencia o seu dia-a-dia.

ressentido | considera-se vítima de situações que a superam e sobre as quais crê não deter nenhum poder. Ressentimento, rancor, victimismo, desempoderamento.

sobrecarregado | responsável e competente, sente-se temporariamente inseguro e hesitante quanto à sua capacidade de empreender uma tarefa aparentemente demasiado exigente.

culpado | sente culpa e remorso mesmo quando não tem nenhuma responsabilidade na situação.


desesperado | chegou ao limite da depressão, angústia e desespero; não vê luz ao fundo do túnel. 


inseguro | devido à falta de confiança que sente em si prefere nem sequer começar aquilo que crê de antemão que falhará.

responsável |  pessoa excessivamente responsável e perseverante que estica a corda da sua resistência e capacidades além do limite, não admitindo necessitar de ajuda ou descanso, até que colapsa por sobrecarga.

mania da limpeza | obsessão pela asseio, ordem e saúde. Pessoa meticulosa, perfeccionista e obsessiva; problemas de imagem e relação com o corpo. Processos de limpeza e cura.

déspota | quando o mais importante não é como se sentem e o que querem os outros mas sim que sigam as suas ordens, que façam o que a pessoa manda.

entusiasta |  intensidade e entusiasmo em relação aos seus valores, ideologia e paixões levam-no a tentar evangelizar convencer os outros; tende à exaustão e a trabalhar em excesso por dedicação desmedida.

 intolerante | irrita-se com os maneirismos e características dos outros. Fases de irritabilidade. 

manipulador | amoroso, dedicado mas controlador, pronto a chantagear os seus seres queridos caso estes não se comportem como crê apropriado ou como deseja.

impecável | tal como um asceta, submete-se a uma vida estrita e rígida, altamente disciplinada e com objectivos muito elevados. Priva-se dos pequenos prazeres da vida em nome do seu alto ideal.

subserviente | sua natureza prestável leva-o a servir os outros e a ter dificuldade em dizer "não". Devido à sua benevolência, depara-se sempre com alguém pronto a tirar vantagem dele e utilizá-lo.

influenciável | visionário, corajoso  e inspirado, sabe o que quer e como chegar, no entanto pode deixar-se levar pela opinião dos demais e hesitar quanto aos seu propósitos; apoia e dá consistência a todos os processos de mudanças (gravidez, escolarização, mudanças de vida, etc) .

coração ferido | sentimentos intensos de ódio, raiva, ciúme, inveja, desdém, suspeita, etc. em relação aos outros; as "sombras do amor".

máscara | a sua simpatia contagiante e a diversão assegurada que emana acaba quando, na solidão e no silêncio, retira a máscara e escuta a voz das suas preocupações, problemas e ansiedades; compensa tensão com comportamentos escapistas e compulsivos.

O Remédio de emergência, crise ou resgate (entre outros nomes) é a única mistura pré-preparada do sistema. Ele serve para todo tipo de imprevistos e emergências do dia a dia. Pequenos acidentes, acontecimentos inesperados, nervos por uma entrevista, consulta ou exame. Se alguma situação  imprevista  o desconcertar, devido à sua abrangência esta mistura pode dar uma ajuda. Contudo, se a situação é mais do que momentânea, considere sempre utilizar um remédio ou uma mistura personalizada e especificamente concebida para o ajudar a lidar com a situação.


Dúvidas?! Contacte-me!

Grata pelo seu contacto. Responderei assim que possível.
Oops. An error occurred.
Click here to try again.


Pode encontrar descrições mais completas de cada floral, incluindo as indicações de cada remédio segundo o próprio Dr. Edward Bach no  site do Bach Centre, com tradução para português.




Segurança

Os remédios florais de Bach são obtidos de plantas não tóxicas, pelo que são inócuos.

Não provocam qualquer tipo de efeito secundário nem têm contra indicações. Podem ser tomados em paralelo com todo tipo de tratamento, alopático ou natural, pois ao não conter elementos fitoquímicos da planta não interagem com o seu corpo nem com a medicação.


Crianças, grávidas, idosos e convalescentes podem tomar os remédios florais de forma completamente segura.

Atenção, se tomar algum tipo de medicação ou lhe estiver restringido o consumo de álcool mesmo em doses mínimas, por favor consulte o seu médico ou profissional de saúde. Para mais informação sobre outras possibilidades contacte-me.


Os Remédios Florais de Bach não são adequados para tratar problemas físicos ou mentais nem substituem acompanhamento médico adequado.

Se estiver a ter acompanhamento clínico por favor comunique ao seu médico que está a utilizar florais ou que tenciona fazê-lo.

Alcólicos em recuperação tomando qualquer tipo de medicação altamente reativa ao álcool não devem tomar Florais preparados em extratos alcólicos. Para mais informação sobre outras possibilidades contacte-me.